CUIABÁ

Sorriso MT

Secretaria de saúde alerta para baixa procura pela vacina da…

Publicado em

“Nossa maior preocupação é com as gestantes, crianças, e idosos que ainda não alcançaram a cobertura vacinal prevista e é um público muito suscetível a contrair gripe e ter complicações”, alerta a enfermeira Kátia Dal Prá, responsável pela Sala de Vacinas. Kátia frisa a importância das famílias com bebês e crianças de seis meses a menores de 5 anos, procuraram uma unidade de saúde pra a imunização. “Reforçamos que esse é um público suscetível e é responsabilidade dos pais imunizar”, diz. De acordo com os dados desta segunda-feira (20), até o momento 3.675 crianças foram imunizadas; desse total 1.145 receberam a primeira dose. “Pais cujos filhos receberam a primeira dose, devem estar atentos para o prazo da segunda”, lembra a enfermeira.

Os números estão baixos também quando trata-se de gestantes: a meta inicial era imunizar 1.470 e até o momento apenas 932 procuraram atendimento. Em relação aos idosos, 4.309 foram imunizados quando a meta estabelecida era de 7.178. Já entre as puérperas – mulheres até 45 dias após o parto; os números são ainda mais baixos: apenas 58% (141 mulheres) do total estabelecido em 242 pacientes foi imunizado. E do total de 1.854 trabalhadores da saúde, 1.681 foram imunizados.

Leia Também:  Brasil negocia compra de vacina contra varíola dos macacos

Para quem integra o público-alvo e ainda não buscou a imunização, Kátia aconselha a procurar a unidade de saúde mais perto de casa. Só é necessário apresentar a carteirinha de vacinação e o cartão SUS. A profissional lembra que o imunizante é ofertado nos 28  PSF’s que integram a rede municipal de saúde de segunda a sexta-feira das 7h30 às 10h30 e à tarde das 13h30 às 16h30.

Kátia alerta que a vacina está disponível para toda a lista do público-alvo estipulado pelo Ministério da Saúde que além dos citados acima, inclui ainda povos indígenas,  pessoas com comorbidades ou com deficiência permanente, caminhoneiros, trabalhadores do transporte coletivo rodoviário urbano e de longo curso, trabalhadores portuários, forças de segurança e salvamento, Forças Armadas, adolescentes e jovens em medidas socioeducativas, funcionários do sistema de privação de liberdade e população privada de liberdade.

Sarampo

Vale lembrar também que a vacina contra o sarampo está disponível tanto para os trabalhadores da saúde quanto para crianças de seis meses a menores de cinco anos (4 anos 11 meses e 29 dias). A expectativa é imunizar 7.665 crianças contra o sarampo; o mesmo número geral de pequeninos que deve ser imunizado contra a gripe e os 1.854 trabalhadores da saúde.

Leia Também:  Saúde: pesquisa e uso da cannabis avançaram no Brasil nos últimos anos

COMENTE ABAIXO:
Advertisement

Sorriso MT

Criança de quatro anos ateia fogo na casa; Irmã de seis meses foi salva por vizinhos

Published

on

Uma criança ateou fogo na casa onde morava, no bairro Estrela do Sul, município de Sorriso (distante 395 km da capital), quando brincava em seu quarto. A menor, com quatro anos de idade, e sua irmã, com seis meses, estavam sozinhas em casa no momento do acidente.

Segundo testemunhas, a criança teria saído correndo do imóvel ao perceber as chamas e a bebê, salva por populares. Ninguém se feriu.

As chamas, que tiveram início em um colchão, se espalharam pelo imóvel, destruindo o quarto, teto, a cozinha e alguns móveis da casa, que eram de madeira.

Informações dão conta de que a mãe das crianças foi ao mercado quando o incidente ocorreu.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Brasil negocia compra de vacina contra varíola dos macacos
Continue Reading

CIDADES

POLÍTICA MT

MATO GROSSO

POLÍCIA

MAIS LIDAS DA SEMANA