CUIABÁ

Rondonópolis

Prefeitura entrega escrituras para moradores de cinco bairros de Rondonópolis

Publicado em

Mais 35 famílias de cinco bairros de Rondonópolis realizaram, nesta sexta-feira (24), o sonho de ter um documento que comprove a posse definitiva da própria moradia.  Elas receberam de forma gratuita o título  definitivo de propriedade de seus imóveis que aguardavam  há cerca de 30 anos,  em uma reunião realizada com o prefeito José Carlos do Pátio,  no Palácio da Cidadania.

Durante o ato de entrega, ele destacou que com a escritura pública entregue gratuitamente pelo município traz muitos benefícios ao morador, que pode comprovar sua posse e garante segurança social e jurídica. 

“Ao viabilizar a escritura,  estas famílias vão poder conseguir, por exemplo, na Caixa Econômica Federal (CEF) um financiamento para ampliar e reformar a casa. Agora, terão esse direito, antes eles eram excluídos. Podem, agora, enfim, dizer que são donas dos seu imóveis. Isto é inclusão, dar dignidade, é promover cidadania”, frisou o prefeito.

Ressaltou ainda que  desde 2017 já foram realizadas a entrega de 18 mil escrituras em Rondonópolis, por meio do programa de regularização fundiária realizado pela Prefeitura por meio da Secretaria Municipal de Habitação e Urbanismo.

Leia Também:  Prefeitura comemora alteração na lei que dispensa consentimento do cônjuge para esterilização cirúrgica

“Sabemos a importância deste documento e o quanto ele significa para as famílias. Já estamos na Secretaria de Habitação  com  cinco mil escrituras públicas praticamente prontas para serem entregues e outras 3.500 encaminhadas para  o registro em cartório”, disse José Carlos do Pátio, reclamando da morosidade dos atuais gestores do Cartório do 1º Ofício. “O pessoal que está lá agora estão muito morosos. Antes,  as coisas aconteciam com mais agilidade”, criticou.

A secretária municipal de Habitação e Urbanismo, Huani Rodrigues, observa que a  escritura para uma residência popular custa  de  R$ 8 a R$10 mil e muitos não têm condições financeiras de legalizar o imóvel. “Através do programa de regularização da Prefeitura,  o documento sai sem nenhum custo”.

Ela lembrou que as 35 famílias contempladas com o título definitivo de propriedade de seus imóveis nesta sexta aguardavam por este documento há cerca de 30 anos. “Hoje, realizamos o sonho da garantia da propriedade. É uma luta de todos os moradores e é gratificante para a gestão municipal entregar este documento tão esperado por essas famílias”, falou.

Leia Também:  Prefeito entrega mais uma creche na cidade, a CMEI Bruna Cristina da Silva

COMENTE ABAIXO:
Advertisement

Rondonópolis

Corpo de Bombeiros premia vencedores do concurso de redação e desenho sobre as queimadas

Published

on

O comandante do 2º Comando Regional do 3º Batalhão de Bombeiros Militar de Rondonópolis tenente coronel, Fabrício Gomes Costa, realizou a cerimônia de premiação aos vencedores do 1º Concurso Textual e Desenho, após uma parceria efetivada com as Secretarias de Educação do município e do estado, e cujo tema foi: “Diga Não às Queimadas”. A parceria envolveu cerca de 7 mil alunos da rede pública de educação.

O evento aconteceu na manhã desta terça-feira (16), nas dependências do Quartel da Polícia Militar Ambiental, localizado na Avenida Bandeirantes no bairro Lageadinho e contou com a presença de representantes do Comitê do Fogo do Município de Rondonópolis.

Estiveram presentes, o comandante dos Bombeiros, o Secretário Municipal de Meio Ambiente, Marcos Vinícius, a representante do Departamento Regional de Educação da rede estadual, professora Andreia Cristina, a representante da Semed Lucilene Rodrigues, a representante da Funai, Ana Clara, diretores e professores da rede pública e, os alunos vencedores.

Conforme os organizadores, o mote do concurso foi o malefício das queimadas, e a necessidade de conscientização de preservar o meio ambiente.

O concurso teve 5 categorias distribuídas entre redação e desenho e que abrangeu crianças da rede municipal (ensino fundamental), do 1º ao 4º ano e, do 5º ao 9º ano e do ensino médio.

Leia Também:  Prefeitura de Diamantino realiza Workshop com capacitação técnica para iniciar revisão do Plano Diretor

OS VENCEDORES…

Na categoria 1 Modalidade Desenho do 1º ao 4º ano das Escolas Municipais, o vencedor foi o aluno Arthur Souza Gonçalves, que teve como orientador, a professora Sandra Zufa de Oliveira. Ele recebeu um certificado de participação, um troféu e uma bicicleta. Os orientadores, como a professora Sandra Zufa receberam o certificado de participação e um kit “Cesta de chocolate”.

Na categoria 2 – Modalidade Texto do 5º ao 9º ano, também das escolas municipais, o aluno vencedor foi: Pietro Rojas Melo, que teve como orientadora a professora Vilma Careiro Vasconcelos.

Na categoria 3  – Modalidade Desenho do 1º ao 4º ano – Escolas Estaduais, o vencedor foi a aluna, Lorena Heloize oliveira Barbosa, que teve como orientadora, a professora Eliene Emiliana de Souza Silva.

Na categoria 4- Modalidade Texto – do 5º ao 9º ano – Escolas Estaduais, o vencedor foi o aluno Enzo Crhisti Santos Rech Beling, que teve como orientador o professor Francisco Otávio Araújo dos Santos.

Por fim, na categoria 5 – Modalidade Texto- Ensino Médio Escolas Estaduais, o vencedor da categoria, foi o aluno Pedro Henrique Coterle, e a sua orientadora, a professora Maria José Vilela Rodrigues.

O comandante do 3º BBM, Ten. Cel. BM Fabrício, revelou que mesmo tendo sido iniciado em meados do mês de maio, o concurso cumpriu o seu objetivo, de informar e conscientizar os estudantes, sobre o perigo das queimadas, os prejuízos que elas trazem não apenas ao meio ambiente, mas à saúde como um todo da população, bem como os estragos materiais ao meio ambiente e ainda a importância da responsabilidade social despertada em cada um dos participantes. 

Leia Também:  Prefeitura inaugura o maior centro de convivência e esportivo do Centro-Oeste

O militar revelou ainda que a corporação já está trabalhando para a formatação do concurso para o próximo ano.

Lucilene Rodrigues, representando a Semed, falou sobre a importância do debate sobre o tema preservação e queimadas, que deve ser trabalhado nas capacidades escolares e disse que ele (tema) precisa estar dentro do currículo das escolas da rede pública, como proposta curricular com o envolvimento maior das escolas e dos professores nessa temática que deve ser discutida e debatida todos os dias.

A Diretora Regional de Educação do estado, Andreia Cristiane, parabenizou os diretores e professores das escolas que se engajaram na inserção do projeto (concurso) na grade de programação escolar (planejamento escolar) e conseguiram realizar a contento esse desafio.

Fonte: Prefeitura de Rondonópolis

COMENTE ABAIXO:
Continue Reading

CIDADES

POLÍTICA MT

MATO GROSSO

POLÍCIA

MAIS LIDAS DA SEMANA