CARREGANDO

Escreva para pesquisar

Cidades Cultura Destaques

Segunda tem sessão dupla de cinema com Bruno Bini

Redação
Redação fev 25

Cineasta cuiabano exibe seus mais recentes curtas “Trovão sem Chuva” e “Os Idos de Novembro” no Cine Teatro Cuiabá a partir das 20h

Os mais recentes curta-metragens do cineasta cuiabano Bruno Bini serão exibidos nesta segunda (28) às 20h, no Cine Teatro Cuiabá. “Trovão sem Chuva” e “Os Idos de Novembro” terão uma sessão única antes de entrarem no circuito competitivo de festivais de cinema.

b1

Com os dois filmes, Bruno totaliza oito produções em seu currículo, sendo sete curta-metragens e o longa-metragem “Loop” (2021).  Em “Trovão sem Chuva”, o cineasta entrega em cenas em preto e branco a história de um guerreiro Boe (Bororo) que faz uma descoberta durante uma caçada que altera toda a dinâmica do seu grupo. O curta foi filmado em Chapada dos Guimarães e é ambientado num período anterior à chegada dos europeus no Brasil.

a1

O elenco é todo indígena, incluindo Eunice Baía, atriz que se tornou conhecida ao protagonizar “Tainá” nos anos 2000, e Adanilo, ator amazonense que atuou em “Marighella”.  Já “Os Idos de Novembro” volta para os dias atuais, mais especificamente para as eleições de 2020, realizadas excepcionalmente em novembro devido à pandemia de Covid-19. O curta acompanha Gustavo, coordenador de marketing eleitoral, que começa a perder o controle da situação após passar a questionar suas próprias decisões durante a campanha.

Essa é a terceira parceria de Bini com Jonathan Haggensen, ator de “Cidade de Deus” e “O Mecanismo”.  Os filmes são uma produção da Plano B Filmes em coprodução com Gasa Filmes (Trovão Sem Chuva) e Cena Onze (Os Idos de Novembro) e têm entre seus patrocinadores o Governo do Estado de Mato Grosso, Ancine e o Fundo Setorial do Audiovisual, além do apoio de Águas Lebrinha.   SERVIÇOExibição dupla de curta-metragens “Trovão sem Chuva” e “Os Idos de Novembro”Quando: 28 de fevereiro, segunda-feira, às 20hOnde: Cine Teatro Cuiabá Quanto: entrada franca

Viviane Petroli

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *