CUIABÁ

POLÍTICA NACIONAL

Tarcísio é vaiado durante Festa do Peão no interior de SP; veja vídeo

Publicado em

source
O ex-ministro da Infraestrutura Tarcísio de Freitas, pré-candidato ao governo de São Paulo, foi recebido com vaias na 34ª Festa do Peão de Americana
Reprodução – 20.06.2022

O ex-ministro da Infraestrutura Tarcísio de Freitas, pré-candidato ao governo de São Paulo, foi recebido com vaias na 34ª Festa do Peão de Americana

Pré-candidato de Bolsonaro ao governo do Estado de São Paulo, Tarcísio de Freitas foi recebido com vaia na 34ª edição da Festa do Peão de Americana, no interior de São Paulo na madrugada deste domingo (19).

O pré-candidato bolsonarista ao Governo de São Paulo foi ao palco para fazer um rápido discurso antes do início do show da dupla Zé Neto e Cristiano, mas foi vaiado.

Ao perceber que não havia espaço para discurso, Tarcísio tratou de encerrar sua fala rapidamente.

Zé Neto ganhou manchetes no mês passado após defender o presidente durante um show e criticar a Lei Rouanet e a cantora Anitta . O episódio deu origem a denúncias de contratações milionárias sem licitação de artistas sertanejos por pequenas prefeituras, como Gusttavo Lima , em alguns casos com verba reservada para saúde, educação, infraestrutura e meio ambiente. O assunto mobilizou o Congresso Nacional pela CPI do Sertanejo e investigações dos Ministérios Públicos estaduais.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo. Siga também o  perfil geral do Portal iG.

COMENTE ABAIXO:
Advertisement

POLÍTICA NACIONAL

Câmara do Rio cassa mandato de Gabriel Monteiro

Published

on

O vereador Gabriel Monteiro (PL) teve o seu mandato cassado pela Câmara Municipal do Rio de Janeiro. A sessão foi realizada nesta quinta-feira (18) e durou seis horas e meia. O placar final foi de 48 votos favoráveis à cassação e 2 votos contrários. Era necessário um mínimo de 34 votos, do total de 50 parlamentares presentes. 

Monteiro foi julgado por quebra do decoro parlamentar, por três motivos: encenação com uma menor de idade em um shopping, agressão contra um morador de rua convidado para a encenação de um roubo na Lapa e relação sexual gravada em vídeo com uma menor de idade, que posteriormente teve as imagens vazadas na internet. 

Também houve, durante os trabalhos da Comissão de Ética, denúncias de assessores do vereador por importunação sexual e estupro, mas esses crimes, como não faziam parte da denúncia inicial, não foram inseridos no relatório final.

A defesa de Monteiro sustentou que a encenação com a adolescente no shopping foi consentida pela mãe da jovem, que a gravação com o morador de rua era um experimento social e que ele teria sido agressivo, e que o vereador não sabia que a menina com quem se relacionava era menor de idade.

Leia Também:  Vídeo: Explosão deixa 17 desaparecidos e 67 feridos em Cuba

O advogado Sandro Figueredo também argumentou que Monteiro estava sendo vítima de uma conspiração da chamada máfia do reboque, empresa que teria sido denunciada por ele. 

A quase totalidade dos vereadores que ocuparam a tribuna criticou Monteiro, famoso em seu canal de YouTube por fiscalizações em hospitais, abrigos e escolas públicas, além de supostas ações contra criminosos, por ter sido contra os princípios que devem nortear a conduta parlamentar. 

Monteiro foi o último a falar. Ele disse que havia errado por não aprender com os colegas mais velhos e que era muito jovem. Monteiro disse que não havia cometido crimes nos fatos narrados e pediu para não ser jogado na cova dos leões. 

Paralelo ao processo de cassação, os supostos crimes de Monteiro correm na justiça criminal. O vereador deve concorrer a deputado federal, quando esses crimes migrarão, caso ele seja eleito, para instância superior, pelo foro especial por prerrogativa de função. Com isso, poderá levar ainda alguns anos até que ele perca o mandato, caso condenado.

Leia Também:  CRA pode votar autorização para barragens em áreas de preservação ambiental

Edição: Fábio Massalli

Fonte: EBC Política Nacional

COMENTE ABAIXO:
Continue Reading

CIDADES

POLÍTICA MT

MATO GROSSO

POLÍCIA

MAIS LIDAS DA SEMANA