CARREGANDO

Escreva para pesquisar

Notícias Polícia

Polícia Civil forma 45 novos delegados que irão atuar no interior de Mato Grosso

Redação
Redação mar 31

Os novos delegados vieram de diversos estados brasileiros para ingressar na segurança pública mato-grossense; solenidade ocorreu na noite de quarta-feira (30.03)

O Governo de Mato Grosso, por meio da Secretaria de Segurança Pública e Polícia Civil, formou nesta quarta-feira (30.03), 45 delegados da 17ª Turma do Curso de Formação Técnico-Profissional da Academia de Polícia. Os novos profissionais da Polícia Civil serão lotados em delegacias de 13 regionais e vão reforçar o trabalho da instituição no interior de Mato Grosso.

O delegado-geral da Polícia Civil, Mário Dermeval, destacou à nova turma o momento de transformações tecnológicas e de infraestrutura pela qual passa a instituição, que vêm sendo conquistadas graças às parcerias e ao apoio do Governo.

“Tecnologicamente, a Polícia Civil conquistou diversos avanços, a exemplo do inquérito eletrônico, que suprimiu o papel na nossa instituição e outros projetos que estão sendo entregues e nos distinguem positivamente no País. Elaboramos uma política de investimentos que resultaram em evolução e nos colocaram na vanguarda em resultados e novidades”, apontou o gestor.

O secretário de Segurança Pública, Alexandre Bustamante, destacou a importância da conclusão do curso e reforçou o trabalho fundamental que os formandos exercerão daqui para frente. “Ser policial é uma vocação, vocês, agora, são delegados de polícia e fazem parte da família Segurança Pública, uma importante e nova missão”. 

Polícia Civil de MT forma 45 novos delegados
Créditos: Michel Alvim – SECOM / MT

Para Mário Dermeval, a instituição evoluiu nos últimos três de gestão, com ganhos em infraestrutura e na modernização das estruturas físicas e também com novas ferramentas à disposição dos profissionais, conjunto de melhorias que dá mais celeridade e efetividade à atuação policial.

“Os investimentos também alcançam a área da inteligência, com perspectiva de inovação, entre elas, a utilização de algoritmos. E neste ano estamos aplicando R$ 90 milhões em recursos vindos de diversas frentes, como emendas parlamentares, convênios e do Governo do Estado. Apenas o inquérito eletrônico tem previstos R$ 13 milhões, que foram agregadas a ele ferramentas de inteligência artificial para ampliar o escopo de investigação e de modernização da Polícia Civil. E é neste cenário de muito investimento e preparação tecnológica que nossos novos profissionais estão inseridos”, finalizou o delegado-geral.

Atendimento ao cidadão

Os novos delegados vieram de diversos estados brasileiros para ingressar na segurança pública mato-grossense e esta é a última das etapas entre o período de concurso, posse e formação, depois de um ciclo de estudos. Thiago Marques Berger, orador da turma, traz na bagagem profissional a experiência de dois anos como delegado no Estado de São Paulo e transmitiu em seu discurso todo o sentimento compartilhado entre os formandos. 

“Essa turma é sinônimo de perseverança, temos pessoas literalmente das cinco regiões do país, de 15 estados, são pessoas diferentes, com histórias diferentes, culturas diferentes, mas uma coisa em comum, algo que não se compra e que se adquire, que é a vontade avassaladora de defender a sociedade, os cidadãos”, pontuou o orador.

Lícia Juliane de Paiva é natural de Brasília e assume o novo cargo em Mato Grosso com a experiência de já ter passado pela mesma função no Estado do Maranhão. “É um sonho de uma vida para mim e os colegas, que batalhamos muito para este momento. Esperamos contribuir de forma bem positiva com a segurança e servir à população”, disse uma das novas delegadas de Mato Grosso.

Durante cinco meses, os 45 delegados tiveram instruções práticas e teóricas enfocando a atuação profissional e o dia a dia de uma unidade operacional. A formação é coordenada pela Academia de Polícia Civil e incluiu formação em legislação geral, aplicada e treinamento de tiro, conhecimento sobre armas e ainda uma aula de campo na fronteira mato-grossense.

Diretora da Acadepol, a delegada Eliane Moraes, pontuou que “ser delegado é mais que uma profissão é uma missão de vida, sintam-se verdadeiramente orgulhosos de entrarem para essa digna carreira, vocês são muito importantes para a sociedade”.

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *