CUIABÁ

GERAL

Ministério faz a segunda edição da Operação Narco Brasil

Publicado em

Em alusão ao Dia Internacional contra o Abuso e Tráfico Ilícito de Drogas, comemorado em 26 de junho, teve início nesta segunda-feira (27) a segunda edição da Operação Narco Brasil de combate ao tráfico de drogas e incineração de entorpecentes.

Coordenada pela Secretaria de Operações Integradas (Seopi), do Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP), o trabalho tem parceria com a Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas (Senad).

A fiscalização, repressão e monitoramento ocorrem em todos os estados e no Distrito Federal com a integração da Polícia Rodoviária Federal, Secretarias de Segurança Pública e polícias civis e militar. “A Narco Brasil é uma das estratégias deste ministério para fechar o cerco ao crime organizado por meio da união das forças policiais da União e dos estados, pois sabemos do efeito devastador que o consumo de drogas causa não só para quem usa como também para as famílias”, afirmou o ministro da Justiça, Anderson Torres.

Drogas

O Relatório Mundial sobre Drogas de 2021 aponta que 275 milhões de pessoas passaram a usar drogas no mundo. Além disso, 36 milhões sofreram transtornos associados ao uso de drogas no mesmo ano. Sem contar no aumento dos mercados de drogas, na dark web [teia escura], chegando a uma estimativa anual de US$ 315 milhões, segundo o relatório.

Leia Também:  Morre, no Rio, aos 88 anos, autor da Lei Rouanet

De acordo com o ministro Anderson Torres, é para intensificar a repressão ao consumo e tráfico de drogas que a Narco Brasil entrou no calendário de operações da Seopi como parte das estratégias do Ministério da Justiça visando reduzir a oferta de entorpecentes, desarticular quadrilhas, prender infratores e contribuir para a pacificação das cidades e proteção de seus cidadãos.

Balanço

Na edição de 2021, a Narco Brasil alcançou em torno de 3,7 mil municípios com um efetivo de 74,7 mil policiais e apreensão de 133 mil quilos de drogas: cocaína (12,1 mil kg), crack (7 mil kg), haxixe (75 kg), maconha (88,2 mil kg), skank (3 mil kg) e drogas sintéticas (22,5 mil kg). Quanto a insumos para a fabricação de drogas foram apreendidos 495 kg. O total de drogas incineradas foi de 272.895 kg.

Segundo o Ministério da Justiça, a operação também resultou na prisão de 9.152 pessoas e na apreensão de armas (3.052), munições (22.021), veículos (3.296) R$ 115,7 mil em moeda estrangeira, R$ 4,4 milhões e 876 menores apreendidos.

Leia Também:  Losartana: conheça remédios que já tiveram lotes recolhidos no Brasil

Também foram cumpridos 3.375 mandados de busca e apreensão domiciliar, 110 mandados de busca e apreensão de menor infrator e 2.249 mandados de prisão.

Edição: Kleber Sampaio

Fonte: EBC Geral

COMENTE ABAIXO:
Advertisement

GERAL

Frente fria traz chuva e ondas de até 3 metros no fim de semana do Rio

Published

on

Frio, chuva e ondas de até 3 metros de altura. Essa é a previsão do tempo para o fim de semana da capital Rio de Janeiro. Segundo o Alerta Rio, a aproximação de uma frente fria a partir da noite de hoje (18) deve fazer as temperaturas entrarem em declínio acentuado. De hoje para amanhã, a previsão é de queda de 12 graus na temperatura máxima. 

Amanhã, a máxima não deve passar de 22 graus, com mínima prevista de 14 graus. O céu estará encoberto, com chuva fraca a moderada a partir da manhã e ventos moderados a fortes ao longo do dia. 

No sábado (20), após a passagem da frente fria, os ventos úmidos vindos do oceano manterão o tempo instável. A previsão é de céu nublado a encoberto, com chuva fraca a moderada em qualquer momento. Vai ficar mais frio, com os termômetros marcando entre 12 graus e 20 graus. 

No domingo, a previsão é que a temperatura fique entre 11 graus e 21 graus. O céu deve ficar mais limpo, de nublado a parcialmente nublado, mas ainda há previsão de chuva isolada durante a madrugada. 

Leia Também:  Ministro da Saúde diz que farmacêuticas tiveram ótimo lucro no Brasil

Na segunda-feira (22), haverá redução de nebulosidade e não há previsão de chuva. A máxima deve atingir os 23 graus e a mínima 10 graus. 

Aviso de ressaca

Mar toma faixa de areia na praia de Copacabana, zona sul do Rio de Janeiro Mar toma faixa de areia na praia de Copacabana, zona sul do Rio de Janeiro

Mar toma faixa de areia na praia de Copacabana, zona sul do Rio de Janeiro – Tomaz Silva/Agência Brasil

A Marinha do Brasil antecipou o alerta de ressaca para o litoral carioca, previsto inicialmente para ocorrer a partir das 21h de hoje, para esta tarde. Desde as 15h estão previstas ondas que podem atingir até 3 metros de altura.  Mesmo na parte da manhã, já era possível ver as ondas quebrando próximas ao calçadão da Praia de Copacabana, em alguns trechos da orla. A ressaca deve durar até as 21h de sábado. 

Durante o período, a prefeitura do Rio recomenda que a população evite tomar banho de mar em áreas que estejam em condição de ressaca, a prática de esportes no mar, trafegar de bicicleta na orla caso as ondas estejam atingindo a ciclovia e permanecer em mirantes na orla ou em locais próximos ao mar. Pescadores devem evitar navegar durante o período de ressaca. Em caso de acidentes, a recomendação é não entrar no mar para resgatar as vítimas e acionar imediatamente as equipes do Corpo de Bombeiros pelo telefone 193.

Mar toma faixa de areia na praia de Copacabana, zona sul do Rio de Janeiro Mar toma faixa de areia na praia de Copacabana, zona sul do Rio de Janeiro

Mar toma faixa de areia na praia de Copacabana, zona sul do Rio de Janeiro – Agência Brasil/ Tomaz Silva

Ventos fortes

Está previsto para amanhã a ocorrência de ventos moderados a fortes no Rio. Hoje, de acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), já foram registradas rajadas de vento forte na cidade, com velocidade de até 67 quilômetros por hora (km/h). 

Segundo o Alerta Rio, os ventos moderados são aqueles com intensidade entre 18,5 km/h e 51,9 km/h e podem levantar poeira e pequenos papéis, mover galhos de árvores e o guarda-chuva começa a ser usado com dificuldade. Os ventos fortes têm intensidade entre 52 km/h e 76 km/h e são capazes de balançar grandes árvores e quebrar galhos. 

*Estagiária sob supervisão de Vitor Abdala

Edição: Aline Leal

Fonte: EBC Geral

COMENTE ABAIXO:
Continue Reading

CIDADES

POLÍTICA MT

MATO GROSSO

POLÍCIA

MAIS LIDAS DA SEMANA