CARREGANDO

Escreva para pesquisar

Cidades Curiosidades Destaques Notícias

Fila no Bradesco hoje é pra comer carne assada. Manifestações do AGRO

Redação
Redação jan 03

O Banco Bradesco da Barão de Melgaço está movimentado hoje. O Agro resolveu se manifestar contra uma publicidade veiculada nas redes sociais.

O vídeo divulgado pelo banco Bradesco que desincentiva o consumo de carne continua rendendo. Pecuaristas de todo o país reagiram à campanha da instituição financeira, que sugeria uma “segunda-feira vegana” para minimizar a emissão de gases prejudiciais ao meio-ambiente. Em protesto, os produtores de gado organizam churrasco em frente a agências do banco em diferentes cidades do país, inclusive em Cuiabá.

No vídeo, influencers digitais convidam o espectador a aderir à “segunda-feira sem carne” como forma de ajudar no controle das mudanças climáticas. Contudo, estudo realizado pela Embrapa (Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária, ligada ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento) aponta que o manejo adequado de bovinos, na verdade, reduz a emissão de gases prejudiciais ao meio-ambiente e contradiz o que diz a campanha da instituição financeira.

Veja vídeo.

A campanha do banco Bradesco tinha como intenção a divulgação de um aplicativo para calcular a sua “pegada de carbono”. Para isso, a instituição financeira reuniu três influenciadoras digitais para dar duas dicas para que cada um faça sua parte na redução da emissão de gás carbônico. A primeira foi a “segunda sem carne” e a segunda indica o uso de uma composteira para o lixo doméstico. Na sequência, o trio fala sobre o aplicativo do banco para ajudar quem quer trabalhar a compensação da emissão de gases a saber o quanto deve ser compensado.

Mas a campanha acabou entrando na máxima do “quem lacra não lucra” e o Bradesco precisou se desculpar publicamente após ser “cancelado” na internet. Ainda na véspera do Natal o banco tentou se desvincular do conteúdo e determinou a remoção do material de suas redes, afirmando que apoia o setor de “forma plena” e que tomaria ações administrativas internas severas por conta do ocorrido. A campanha foi retirada do ar ainda antes do Natal. Não foi suficiente e a reação ligada ao Agronegócio ficou ainda maior. Em resposta, as entidades do agro de mato grosso repudiaram campanha pedindo respeito à pecuária nacional e ao trabalho realizado pelos pecuaristas do estado.

A agência central do Bradesco em Cuiabá está assim…

Produtores rurais de Cáceres também se manifestaram, veja vídeo.

Galeria de fotos

Fotos Raphael Henrique

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *