CUIABÁ

ECONOMIA

Petrobras tem reunião hoje para decidir nomeação de Paes de Andrade

Publicado em

source
Conselho de Administração da Petrobras se reúne hoje para decidir sobre nomeação de Paes de Andrade para a presidência
Reprodução

Conselho de Administração da Petrobras se reúne hoje para decidir sobre nomeação de Paes de Andrade para a presidência

O Conselho de Administração da Petrobras se reúne na manhã desta segunda-feira (27) para deliberar sobre a nomeação de  Caio Paes de Andrade como novo presidente, no lugar de José Mauro Coelho , demitido pelo governo em meio a pressões para frear os reajustes no preço dos combustíveis.

Se aprovado, ele será o quarto presidente da Petrobras desde o início do ano passado, após Roberto Castello Branco, Joaquim Silva e Luna e Coelho.

Diante de rumores de mudança na política de preços da Petrobras — que faz reajustes em paridade com o preço no mercado internacional —, o Comitê de Pessoas da estatal solicitou uma entrevista com Paes de Andrade para que ele pudesse dar informações sobre notícias divulgadas pela imprensa relacionadas a essa política e também a possíveis “mudanças na governança da Petrobras”. Ele, porém, optou por não comparecer.

Paes de Andrade respondeu a algumas dúvidas levantadas pela Petrobras por escrito. E negou ter “qualquer orientação específica ou geral do acionista controlador ou qualquer outro no sentido de alteração da política de preços”.

Leia Também:  Petrobras contraria Planalto e nomeia diretor para o comando interino

Na última sexta-feira (24), Paes de Andrade teve seu nome aprovado pelo Comitê de Elegibilidade (Celeg) , que é ligado ao Comitê de Pessoas e analisa os indicados para o Conselho da Petrobras. A decisão, porém, não foi unânime. Francisco Petros, presidente do Celeg e membro do Conselho de Administração da companhia, avaliou que ele não tem as “aptidões necessárias para o exercício do cargo”.

Em paralelo, a área de conformidade da estatal atribui “risco médio” ao executivo e houve ressalvas a seu currículo.

O indicado de Bolsonaro só pode assumir o comando da Petrobras com o aval do Conselho de Administração.

Petroleiros associados a duas grandes federações da categoria, FNP e FUP, farão um protesto em frente à sede da Petrobras, no Centro do Rio, no horário da reunião do Conselho, prevista paras 10h.

O ato será em repúdio à nomeação de Paes de Andrade para o comando da estatal, que não teria a experiência exigida pelo cargo, argumenta a categoria. A manifestação é também contra a proposta de privatização da Petrobras.

Leia Também:  Queda de presidente da Petrobras e preços dos combustíveis repercutem nos discursos em Plenário

“Trocar o presidente da Petrobrás sem alterar a política de preço é apenas cortina de fumaça e malabarismo midiático eleitoreiro. É necessário um real debate sobre a formação do preço dos combustíveis, investimento nas refinarias, reversão das privatizações e novos editais de contratação para petroleiros para aumentar a produção nacional e conquistar a autossuficiência em combustíveis fósseis. Sem isso, a “indignação” do presidente da República e as trocas desastrosas na diretoria da Petrobrás sinalizam somente um desespero eleitoral”, diz a  nota da FUP e da FNP.

COMENTE ABAIXO:
Advertisement

ECONOMIA

Pesquisa aponta otimismo em níveis pré-pandemia, em Cuiabá

Published

on

O segundo semestre de 2022 começou com bons indicadores da pesquisa que monitoram a Intenção de Consumo das Famílias (ICF) em Cuiabá. O índice de julho atingiu 81,1 pontos, nível 4,7% superior ao verificado no mês anterior e 21% maior que o apontado em julho do ano passado. Além disso, a pontuação voltou a registrar índice pré-pandêmico, depois de contabilizar o sétimo mês consecutivo de aumento no indicador.

A pesquisa realizada pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) e analisada pelo Instituto de Pesquisa e Análise Fecomércio Mato Grosso (IPF/MT) mostra, ainda, que o índice já acumula alta de 11,1% de janeiro a julho, o que revela um cenário positivo em relação ao consumo para o segundo semestre do ano.

O presidente da Fecomércio/MT, José Wenceslau de Souza Júnior, também destaca a melhora da pesquisa, visto o aumento da geração de emprego no País. “Uma das causas para o crescimento contínuo da pesquisa tem a ver com o maior número de pessoas empregadas, que já soma um saldo de 1,3 milhão de novos trabalhadores em todo o País com carteira assinada e dispostas a consumir”.

Leia Também:  Queda de presidente da Petrobras e preços dos combustíveis repercutem nos discursos em Plenário

Entre os subíndices avaliados na Capital, a maioria apresentou um resultado positivo na variação mensal, com destaque no indicador da Perspectiva do Consumo e o Nível de Consumo Atual, com 11,9% e 8,6% de aumento, respectivamente. Entretanto, o único subíndice que apresentou variação negativa foi o de Compra a Prazo (Acesso ao Crédito), registrando uma variação mensal de -2,8%, podendo estar relacionado à alta da taxa de juros.

“Começamos o segundo semestre de 2022 com muito otimismo, tendo em vista que desde janeiro só registramos crescimento no Índice de Intenção de Consumo das Famílias e em julho já batemos recorde no ano. Isso demonstra que mesmo com os fatores externos influenciando a economia e a alta da taxa de juros, o consumo continua animado na Capital mato-grossense”, explicou Wenceslau Júnior.

Segundo o IPF/MT, o ICF da Capital está acima da média nacional, que registrou 80,7 pontos, que também vem acumulando consecutivos aumentos. “Ou seja, mesmo com a pesquisa sendo realizada na Capital somente, é possível ver os sinais de crescimento no consumo em todo o Estado”, concluiu o presidente da Fecomércio/MT se referindo às operações de crédito no Estado para pessoas físicas, que chegou a mais de 103 bilhões em abril de 2022, segundo o Banco Central.

Leia Também:  Mega Sena premia R$ 58,9 milhões; veja as dezenas sorteadas

 

COMENTE ABAIXO:
Continue Reading

CIDADES

POLÍTICA MT

MATO GROSSO

POLÍCIA

MAIS LIDAS DA SEMANA