CUIABÁ

ECONOMIA

IRPF: consulta ao 2º lote de restituição deve ser liberada na quinta

Publicado em

source
IRPF: consulta ao 2º lote de restituição deve ser liberada na quinta
Agência Brasil

IRPF: consulta ao 2º lote de restituição deve ser liberada na quinta

A Receita Federal deve liberar nesta quinta-feira (23) a consulta ao segundo lote de restituição do Imposto de Renda 2022. Os valores serão depositados no dia 30 de junho, na conta informada pelo contribuinte na declaração do IR.

Entre no  canal do Brasil Econômico no Telegram e fique por dentro de todas as notícias do dia. Siga também o  perfil geral do Portal iG 

A consulta costuma ser liberada a partir das 10 horas  no site da Receita ou no  Portal e-CAC. Recebem neste lote aqueles que entregaram a declaração nos primeiros dias e não caíram na malha-fina. Cidadãos com prioridade legal que saíram da malha, também.

Normalmente, as consultas aos lotes são liberadas uma semana antes dos depósitos. Neste ano, a restituição será paga em cinco lotes. Confira as datas:

Calendário de restituição do IRPF 2022

  • 1º lote: 31 de maio;
  • 2º lote: 30 de junho;
  • 3º lote: 29 de julho;
  • 4º lote: 31 de agosto;
  • 5º lote e último lote: 30 de setembro.
Leia Também:  Governo quer acabar com o IPI, diz Guedes

O segundo lote terá correção de 1% com base na Selic (taxa básica de juros da economia). Na semana passada, o Comitê de Políticas Monetárias (Copom) do Banco Central  elevou a Selic em 0,5 ponto percentual, de 12,75% ao ano para 13,25% ao ano. Isso significa que aqueles que têm restituição a receber terão ganhos maiores.

O pagamento dos próximos lotes do IR também terá correção pela Selic.

O primeiro lote de restituição foi pago no dia 31 de maio, último dia para entrega da declaração do Imposto de Renda. Na ocasião, receberam apenas contribuintes com prioridades legais. Entre eles, idosos, com preferência para aqueles acima de 80 anos, pessoas com deficiência física ou mental ou moléstia grave e contribuintes cuja maior fonte de renda seja o magistério.

Leia Também:  Comissão reúne-se nesta quinta-feira para a apresentação do Relatório Luz 2022

COMENTE ABAIXO:
Advertisement

ECONOMIA

Pesquisa aponta otimismo em níveis pré-pandemia, em Cuiabá

Published

on

O segundo semestre de 2022 começou com bons indicadores da pesquisa que monitoram a Intenção de Consumo das Famílias (ICF) em Cuiabá. O índice de julho atingiu 81,1 pontos, nível 4,7% superior ao verificado no mês anterior e 21% maior que o apontado em julho do ano passado. Além disso, a pontuação voltou a registrar índice pré-pandêmico, depois de contabilizar o sétimo mês consecutivo de aumento no indicador.

A pesquisa realizada pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) e analisada pelo Instituto de Pesquisa e Análise Fecomércio Mato Grosso (IPF/MT) mostra, ainda, que o índice já acumula alta de 11,1% de janeiro a julho, o que revela um cenário positivo em relação ao consumo para o segundo semestre do ano.

O presidente da Fecomércio/MT, José Wenceslau de Souza Júnior, também destaca a melhora da pesquisa, visto o aumento da geração de emprego no País. “Uma das causas para o crescimento contínuo da pesquisa tem a ver com o maior número de pessoas empregadas, que já soma um saldo de 1,3 milhão de novos trabalhadores em todo o País com carteira assinada e dispostas a consumir”.

Leia Também:  Entenda como a oposição tentará adiar a PEC Eleitoral na Câmara

Entre os subíndices avaliados na Capital, a maioria apresentou um resultado positivo na variação mensal, com destaque no indicador da Perspectiva do Consumo e o Nível de Consumo Atual, com 11,9% e 8,6% de aumento, respectivamente. Entretanto, o único subíndice que apresentou variação negativa foi o de Compra a Prazo (Acesso ao Crédito), registrando uma variação mensal de -2,8%, podendo estar relacionado à alta da taxa de juros.

“Começamos o segundo semestre de 2022 com muito otimismo, tendo em vista que desde janeiro só registramos crescimento no Índice de Intenção de Consumo das Famílias e em julho já batemos recorde no ano. Isso demonstra que mesmo com os fatores externos influenciando a economia e a alta da taxa de juros, o consumo continua animado na Capital mato-grossense”, explicou Wenceslau Júnior.

Segundo o IPF/MT, o ICF da Capital está acima da média nacional, que registrou 80,7 pontos, que também vem acumulando consecutivos aumentos. “Ou seja, mesmo com a pesquisa sendo realizada na Capital somente, é possível ver os sinais de crescimento no consumo em todo o Estado”, concluiu o presidente da Fecomércio/MT se referindo às operações de crédito no Estado para pessoas físicas, que chegou a mais de 103 bilhões em abril de 2022, segundo o Banco Central.

Leia Também:  Mega-Sena sorteia nesta quinta-feira prêmio acumulado em R$ 37 milhões

 

COMENTE ABAIXO:
Continue Reading

CIDADES

POLÍTICA MT

MATO GROSSO

POLÍCIA

MAIS LIDAS DA SEMANA