CARREGANDO

Escreva para pesquisar

Destaques Educação Notícias

Curso de Engenharia de Guarantã do Norte recebe palestra Sistema Confea/Crea e Mútua

Redação
Redação abr 26

O Crea Mato Grosso, o Conselho Federal de Engenharia e Agronomia (Confea) e a Caixa de Assistência dos Profissionais do Crea-MT (Mútua-MT), realizaram dia 21 de abril palestra para acadêmicos do curso de Engenharia da Faculdade Ortodoxa (FACO) do município de Guarantã do Norte.

Na oportunidade o presidente do Crea-MT, eng. civil Juares explanou sobre a importância do Regional de Mato Grosso e as entidades de classe para os profissionais das modalidades da Engenharia, Agronomia e das Geociências registradas em Mato Grosso.

“O Crea-MT é um órgão público de autarquia federal especial da administração indireta de abrangência nacional de instância máxima na regulamentação do exercício profissional, que zela pela ética profissional da engenharia, agronomia e das geociências, fiscaliza o exercício e as atividades dessas modalidades, atendendo à sociedade e o profissional, além de registrar tabelas de honorários elaboradas pelas entidades de profissionais, sem fins lucrativos”, disse Juares.

O presidente do Crea-MT explanou que o papel do Sistema é proteger a sociedade, confere atribuições, valorização do profissional, define as penalidades, de composições das Câmaras Especializadas e a estrutura organizacional, o plenário, Câmaras Especializadas, Comissões permanentes e especiais, bem como grupos de trabalho, presidência, diretoria e inspetorias. Expomos estatísticas, destacando a quantidade de profissionais registrados no sistema, que ultrapassa de 35 mil, distribuídos em mais de 250 profissões.

O conselheiro federal titular por Mato Grosso, geólogo Mário Cavalcanti falou da importância do Confea para os futuros profissionais do Sistema. ” O Conselho Federal de Engenharia e Agronomia, Confea é um órgão de fiscalização profissional, não sendo entidade de classe, na forma de autarquia pública, responsável pela regulamentação e julgamento final no Brasil das atividades profissionais relacionadas às classes que abrange: Engenharia, Agronomia, bacharéis em Geografia, Geologia e Meteorologia, possuindo mais de trezentos títulos profissionais, nos níveis tecnólogos e superior, além de anotar também títulos de pós-graduação. Composto por Câmaras e comissões, com representantes de regionais do país, o Confea foi instituído juntamente com os Conselhos Regionais de Engenharia e Agronomia pelo Decreto nº 23.569, de 11 de dezembro de 1933, promulgado pelo Presidente Getúlio Vargas”, ressaltou Mário.

O diretor-geral da Caixa de Assistência dos Profissionais do Crea-MT, eng. civil Adjane Prado, destacou a Mútua-MT. Segundo ele, a Instituição oferece soluções em benefícios diferenciados que proporcionam melhor qualidade de vida e ajudam os profissionais a alcançarem seus objetivos, seja um carro novo, uma viagem, uma pós-graduação, um upgrade no seu empreendimento, ou outros.

“Ao se associar à Mútua, o profissional tem à sua disposição onze benefícios reembolsáveis, ou seja, linhas de crédito, com taxas de juros especiais. Um para cada necessidade: Ajuda Mútua, Garante Saúde, Equipa Bem, Férias Mais, Apoio Flex, Construa Já, Família Maior, Educação, Veículos, Empreendedorismo e Agropecuário”, explicou Adjane.

Além disso, a Caixa de Assistência está ao lado dos associados com o amparo necessário nas horas difíceis. A Mútua oferece benefícios sociais, de caráter não reembolsável, para os associados carentes de recursos por meio de ajuda de custo mensal e, em casos de falecimento do associado, o Auxílio Pecúlio por morte garante indenização a seus dependentes e também um auxílio para despesas com funeral e encargos. Na área de planos de saúde, uma parceria da Mútua com a Qualicorp garante os melhores convênios do Estado.

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *