CUIABÁ

Lucas do Rio Verde MT

Prefeitura registra 2.985 notificações de dengue em Lucas do Rio Verde

Publicado em

A Secretaria de Saúde de Lucas do Rio Verde informa que é importante combater o mosquito Aedes aegypti durante todo o ano, seja na época de chuva ou de estiagem. O alerta continua já que o Município registrou 2.985 notificações de dengue, entre a primeira e a vigésima quarta semana epidemiológica, período compreendido até 23 de junho de 2022*.

Os bairros que apresentaram mais notificações continuam sendo: Bandeirantes, Rio Verde, Jardim Primaveras, Tessele Júnior e Parque das Américas.

A supervisora da Vigilância em Saúde, Claudia Regina Engelmann, avalia que o cenário é de atenção. “Precisamos da colaboração da população na vistoria dos seus domicílios, terrenos, em tudo que possa acumular água, como calhas, pneus, vasos de plantas, lonas. São locais em que o mosquito se prolifera e carrega o vírus da dengue. A maioria dos focos encontrados é nos domicílios, é preciso investigar onde estão nascendo os mosquitos e buscar atendimento quando tiver sintomas”, enfatizou.

Novas atualizações

A Secretaria de Saúde informa que uma pesquisa realizada pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), em parceria com o Laboratório Central de Mato Grosso (Lacen-MT), identificou a circulação da nova cepa da dengue em Mato Grosso, o genótipo do sorotipo II do vírus, mais conhecido como cosmopolita.

Leia Também:  Comarca de Lucas do Rio Verde abre inscrições para credenciamento de juiz leigo

A supervisora da Vigilância em Saúde, Cláudia Regina Engelmann, explica que, apesar da divulgação de uma possível nova cepa da doença, essa ainda não é uma realidade em Lucas do Rio Verde, já que nenhum caso foi registrado. Porém, os cuidados preventivos a esse novo genótipo da dengue permanecem os mesmos já amplamente divulgados, como limpeza dos quintais.

Denúncias sobre possíveis focos de dengue podem ser feitas pelo número (65) 3548-2508.

Medidas preventivas – O trabalho de rotina dos agentes é visitar domicílios, eliminar focos e remover reservatórios, com a ajuda do morador. Em casos notificados e confirmados de dengue, os agentes ainda realizam o bloqueio de transmissão com a bomba costal motorizada.

Principais criadouros – O lixo doméstico ainda é um dos principais focos do Aedes nas residências. Em seguida, depósitos móveis (vasos, frascos, pratos, pingadeiras e bebedouros); depois vem pneus e outros materiais rodantes, depósitos como barril, tanque e poços, entre outros.

Dicas de prevenção – Para reduzir a incidência da doença, a população deve ser consciente e contribuir eliminando água parada, tampando tambores, poços, cisternas e reservatórios de água e colocando areia fina na borda dos recipientes com plantas e bebedouros de animais de estimação. Também é preciso se atentar para os suspiros das fossas para que não fiquem abertos, tampando com tela ou uma meia velha.

Leia Também:  Agendamentos on-line para o Condomínio Águas do Cerrado começam nesta sexta-feira (05)

Sintomas das doenças causadas pelo mosquito Aedes aegypti:

Dengue – febre alta, dor de cabeça, dor muscular, dor ao movimentar os olhos e manchas vermelhas pelo corpo.

Chikungunya – febre alta, dores no corpo, dores intensas e inflamações nas articulações.

Zika – vermelhidão e coceira em todo o corpo, febre baixa, olhos vermelhos sem secreção, dores nas articulações.

COMENTE ABAIXO:
Advertisement

Lucas do Rio Verde MT

Cirurgias de castração estão suspensas temporariamente na UPC

Published

on

Com 483 animais castrados até a última semana, a Unidade Permanente de Castração (UPC) de Lucas do Rio Verde está com as cirurgias suspensa pelos próximos dias em razão do falecimento da médica veterinária que atendia na unidade. O fechamento será temporário até a contratação de um novo profissional.

Érica Fernanda de Jesus Fernandes, responsável técnica da unidade de castração, faleceu em um trágico acidente na madrugada desta segunda-feira (08), no km 577 da BR-163, em Sorriso. Com isso, a Prefeitura de Lucas do Rio Verde decretou luto oficial de três dias. lucasdorioverde.mt.gov.br/site/noticias/nota-de-pesar-prefeitura-de-lucas-do-rio-verde-presta-condolencias-a-familiares-e-amigos-da-medica-veterinaria-erica-fernanda-de-jesus-fernandes-10498

Administração Municipal já buscava um novo profissional para ampliar o número de castrações realizadas. Sem a médica e, até a contratação deste novo responsável, a UPC não realizará cirurgias.

“Lamentamos muito a morte da Érica, uma pessoa que se envolveu bastante nesse projeto e atuou na unidade de castração desde o início. Agora o nosso trabalho, até mesmo em homenagem a ela, é seguir firme em busca de um outro médico que vai dar sequência aos trabalhos na UPC”, declarou o secretário de Agricultura e Meio Ambiente, Paulo Nunes.

Leia Também:  Prefeitura investe em iluminação pública na Avenida da Fé e dos Desbravadores

Fonte: Prefeitura de Lucas do Rio Verde – MT

COMENTE ABAIXO:
Continue Reading

CIDADES

POLÍTICA MT

MATO GROSSO

POLÍCIA

MAIS LIDAS DA SEMANA