CUIABÁ

Lucas do Rio Verde MT

Pequenos agricultores recebem Patrulha Agrícola na Comunidade Coait

Publicado em

Há cerca de 100 quilômetros do centro urbano de Lucas do Rio Verde está localizada a Comunidade Coait, onde vive um grupo de pequenos produtores da agricultura familiar. Para dar suporte nas atividades desses agricultores, a Prefeitura, por meio da Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente, vem realizando os trabalhos da Patrulha Agrícola, com auxílio de equipamentos e maquinário. 

Um dos agricultores que fez a solicitação do serviço ao Município foi Anildo José Vargas, de 70 anos. Em sua propriedade de 25 hectares mantém uma produção leiteira e, além do leite, faz a comercialização também de queijo. Nessa localidade, o trabalho realizado pela equipe de Agricultura inclui a gradagem, roçagem e análise de solo. 

Por algumas dificuldades, incluindo falta de assistência técnica em campo, Anildo não conseguiu seguir com a outra parte de sua produção: uma plantação de cana-de-açúcar, matéria-prima para a fabricação de suas cachaças e licores artesanais. 

Com a Patrulha, ele está empolgado de que possa retomar com o plantio e voltar a fabricar a cachaça, mas também garante que vai investir em uma nova cultura: o milho, que servirá para silagem. 

“Estamos aqui desde 2001, todo ano trabalhando. A cachaça e o leite são para venda, eles são a nossa renda. Esse ano estou muito contente, pois estão nos atendendo. Vai ajudar muito”, comentou o idoso, que vive na propriedade junto da esposa, Angelina. 

Leia Também:  Em SP, incêndio atinge comunidade no Parque São Domingos

Responsável pela agricultura familiar, Marcelo Reckziegel explica que há cerca de um ano os agricultores da Comunidade Coiat vêm sendo acompanhados, recebendo assistência por meio da Secretaria Municipal. 

“Com a Patrulha ativa, os produtores fizeram sua solicitação de trabalho, mobilizando nossa equipe para os serviços voltados ao pequeno produtor, para melhorar a produtividade em sua terra”, disse Marcelo. 

O servidor completa ainda que a Secretaria iniciou o procedimento de análise de solo nessas pequenas propriedades. Por meio de uma parceria com um laboratório, as amostras recolhidas serão analisadas e as respectivas necessidades repassadas para melhora na produtividade. 

“Não só nessa comunidade, mas também iniciamos as coletas de amostras de solo, por meio dessa parceria com o laboratório, e vamos disponibilizar sem custo ao produtor uma análise de solo completa”.

Um dos próximos passos do projeto é entregar calcário recebido pelo Estado para a agricultura familiar. A partir das análises de solo, será possível estabelecer a necessidade de calcário no solo de cada propriedade. 

Leia Também:  Obra da escola do Parque das Emas segue em ritmo acelerado

Outro morador dessa região é o produtor leiteiro Mario António Delarmelin, que mantém, na Comunidade Coiat, na chácara Nono Luiz, uma pequena fábrica de queijos, onde a fabricação é realizada por ele e a esposa, Lucia. Depois de receberem o Selo de Origem do Município, garantindo a qualidade da produção, os produtos são vendidos no Mercado do Produtor. 

Em sua área de cerca de 20 hectares, Mario mantém parte do terreno para pastagem do gado leiteiro. Com a gradagem do solo, pretende aumentar sua produção. 

“Isso é muito importante porque a gente não tem maquinário. É a primeira vez que estamos recebendo suporte da agricultura, que está sendo muito bem-vindo para nós, pequenos, pois, se não houver esse suporte, não conseguimos suprir o trabalho que é preciso no dia a dia. É o nosso pão de cada dia, estamos lutando para conseguir o nosso sucesso em cima disso”, finalizou o pequeno produtor. 

COMENTE ABAIXO:
Advertisement

Lucas do Rio Verde MT

Cirurgias de castração estão suspensas temporariamente na UPC

Published

on

Com 483 animais castrados até a última semana, a Unidade Permanente de Castração (UPC) de Lucas do Rio Verde está com as cirurgias suspensa pelos próximos dias em razão do falecimento da médica veterinária que atendia na unidade. O fechamento será temporário até a contratação de um novo profissional.

Érica Fernanda de Jesus Fernandes, responsável técnica da unidade de castração, faleceu em um trágico acidente na madrugada desta segunda-feira (08), no km 577 da BR-163, em Sorriso. Com isso, a Prefeitura de Lucas do Rio Verde decretou luto oficial de três dias. lucasdorioverde.mt.gov.br/site/noticias/nota-de-pesar-prefeitura-de-lucas-do-rio-verde-presta-condolencias-a-familiares-e-amigos-da-medica-veterinaria-erica-fernanda-de-jesus-fernandes-10498

Administração Municipal já buscava um novo profissional para ampliar o número de castrações realizadas. Sem a médica e, até a contratação deste novo responsável, a UPC não realizará cirurgias.

“Lamentamos muito a morte da Érica, uma pessoa que se envolveu bastante nesse projeto e atuou na unidade de castração desde o início. Agora o nosso trabalho, até mesmo em homenagem a ela, é seguir firme em busca de um outro médico que vai dar sequência aos trabalhos na UPC”, declarou o secretário de Agricultura e Meio Ambiente, Paulo Nunes.

Leia Também:  Em SP, incêndio atinge comunidade no Parque São Domingos

Fonte: Prefeitura de Lucas do Rio Verde – MT

COMENTE ABAIXO:
Continue Reading

CIDADES

POLÍTICA MT

MATO GROSSO

POLÍCIA

MAIS LIDAS DA SEMANA