CUIABÁ

Carros e Motos

VW fala sobre eletrificação no Brasil e do renovado sedã Jetta GLi

Publicado em

source
VW ID.3 e ID.4 são os elétricos da fabricante alemã. O
Divulgação

VW ID.3 e ID.4 são os elétricos da fabricante alemã. O “irmão” maior está agendado para vir ao Brasil em 2023

A Volkswagen faz um encontro com a imprensa, no Circuito Panamericano, em Elias Fausto, no interior de São Paulo, para mostrar como ficou o novo Jetta GLi. Além disso, pudemos dar uma volta nos elétricos ID3 e ID4. Este último é bastante aguardado para o ano que vem, uma vez que será a estréia da VW no segmento que mais ascende, tanto no Brasil, quanto no mundo.

Entretanto, ao contrário do que praticamente muitas outras fabricantes projetam para esse novo mercado — e para o futuro da mobilidade — a Volkswagen até enxerga os diferenciais positivos dos elétricos, mas não acredita que, na prática, fazem tanto sentido para o brasileiro, nos dias de hoje.

Leia Também:  Total de casos de varíola dos macacos no Brasil sobe para 37

Quem nos conta mais detalhes é Roger Corassa, Vice-Presidente de vendas e marketing da VW do Brasil . Ouça o podcast a seguir.

“Sobre a eletrificação , a gente tem alguns planos de curto, médio e longo prazo. Dentro do nosso cenário de estudo para o Brasil, a gente está focado nos testes do SUV  ID4 , já olhando possibilidades para o ano que vem. Mas a gente ainda está em uma situação de entender o perfil do consumidor e o potencial desse segmento”, disse Corassa.

“Então, por enquanto, faz sentido para nós, mas precisamos estar muito atentos antes de entrar de cabeça. Precisa tomar muito cuidado, pois os elétricos são o nicho do nicho, bem específico, no Brasil. O que nos ajuda nesse processo é o que a marca global já desenvolveu, para que isso possa se tornar algo sustentável no Brasil”, complementou o executivo.

Ele dissse, ainda, que a VW está mais esperançosa com os híbridos para o Brasil, uma vez que, para a fabricante, o Brasil não pode deixar de utilizar fontes como o etanol, que são vantagem estratégica do mercado nacional. Para isso, a intenção da marca é seguir com os motores a combustão , mesmo para o longo prazo.

Leia Também:  Agência Brasil explica como funciona o divórcio online

“O que a gente acredita, pelas questões que estamos estudando, é no sucesso do carro híbrido . Estamos fechando parcerias para desenvolver o híbrido que utilizará etanol. A gente crê que o elétrico é um nicho no Brasil, pela questão da infraestrutura do nosso país”, disse Corassa.

O produto ( VW ID.4 ) é fantástico, mas tem um grande desafio em relação às estradas, ao próprio recarregamento, às distâncias, entre outros fatores”, concluiu o executivo da VW .

Fonte: IG CARROS

COMENTE ABAIXO:
Advertisement

Carros e Motos

Raro Porsche 911 Speedster pode ser vendido por mais de R$ 1,6 milhão

Published

on


Este Porsche 911 Speedster 1989 foi fabricado apenas em 1989 e teve apenas 832 unidades feitas só para os EUA
Divulgação

Este Porsche 911 Speedster 1989 foi fabricado apenas em 1989 e teve apenas 832 unidades feitas só para os EUA

Com preço estimado entre US$ 275 mil e US$ 325 mil, o equivalente a pouco mais de R$ 1,4 milhão e 1,6 milhão em conversão direta, um raríssimo Porsche 911 Speedster de 1989 na cor ‘Grand Prix White’ ou ‘Branca Grand Prix’ será leiloado pela RM Sotheby’s no próximo dia 19 de agosto.

Para todos os ‘Porscheiros’, o Speedster nada mais é que o suprasumo dos 911, um culto entre colecionadores do mundo inteiro cuja produção ocorreu em janeiro de 1989 e destinada apenas ao mercado dos EUA. O conversível foi idealizado e inspirado no como uma homenagem ao icônico 356.

Só para se ter uma ideia da raridade, o esportivo alemão que utilizava a base do 930 Turbo Cabriolet da época e, de acordo com a Porsche, foram fabricadas apenas 832 unidades , cuja principal diferença estética está no para-brisa menor e na capa rígida que encobre a capota de lona de acionamento manual.

Leia Também:  Saiba tudo sobre o carro elétrico que Gil do Vigor deu para sua irmã

Tal inspiração deu tão certo para a marca que a Porsche aproveitou o sucesso e fez outras variantes para outros modelos mais recentes com o Boxster Speedster pintado na mesma tonalidade e nos mesmos propósitos e características, porém espalhado para outros mercados, incluindo o brasileiro.

No caso específico deste 911, segundo a organização da casa de leilões RM Sotheby’s, ele foi à época encomendado com mais de US$ 6.000 em extras opcionais. Estes incluem um rádio Blaupunkt, banco do motorista elétrico, banco do passageiro com ajuste de altura, diferencial de deslizamento limitado, compartimento de armazenamento traseiro e uma alavanca de câmbio mais curta.

Por dentro, o 911 Speedster conta com o couro Can Can Red que obviamente foi bem conservado ao longo dos anos e parece estar em excelentes condições. Complementando o couro estão os tapetes Can Can Red e a alavanca de câmbio. Enquanto isso, o painel tem acabamento de couro preto.

Leia Também:  Bajaj e KTM estão concentrando suas forças em motocicletas elétricas

A listagem acrescenta que o carro passou por um grande serviço em 2020 que custou US$ 5.891 (R$ 30.397) e incluiu manutenção no motor, caixa de câmbio, freios e sistemas de combustível. Uma nova bateria também foi instalada, assim como quatro pneus novos.

Se você gostou da raridade da Porsche , a RM Sotheby’s leiloará o carro em 19 de agosto de 2022. Então prepara as economias, junte os amigos e familiares para ficar na torcida e dê o seu lance. 

Fonte: IG CARROS

COMENTE ABAIXO:
Continue Reading

CIDADES

POLÍTICA MT

MATO GROSSO

POLÍCIA

MAIS LIDAS DA SEMANA