CUIABÁ

BRASIL

Motorista de app é preso por suspeita de estupro no RJ

Publicado em

source
Ronaldo Campina, de 46 anos, foi preso em casa, em Paciência
Divulgação

Ronaldo Campina, de 46 anos, foi preso em casa, em Paciência

Um motorista de aplicativo foi preso na quinta-feira (24), por policiais civis da Delegacia de Atendimento à Mulher (DEAM) de Jacarepaguá, acusado de estuprar, no último dia 11, uma passageira. Ronaldo Campina, de 46 anos, foi encontrado pelos agentes em casa, em Paciência, na Zona Oeste do Rio.

Segundo as investigações, a vítima de 30 anos – que havia acabado de sair de um bar na Barra da Tijuca — pediu o carro de aplicativo por volta da 1h20 daquele dia. Seu destino seria o Recreio dos Bandeirantes, bairro vizinho. Os investigadores afirmam que, “se aproveitando do estado de embriaguez” da passageira “que não tinha condições de reagir”, Ronaldo foi para o banco de trás e abusou sexualmente da mulher.

Após o crime, a mulher procurou a DEAM e registrou um boletim de ocorrência. Os investigadores conseguiram identificar o motorista e a delegada Viviane da Costa Ferreira Pinto, titular da especializada, pediu a prisão de Ronaldo, que foi acatada pela Justiça do Rio. Na delegacia, a vítima reconheceu o agressor.

“Oriento que as vítimas denunciem sempre qualquer tipo de abuso ou agressão. E, que se houver outras vítimas (de Ronaldo), que elas procurem a delegacia que está aberta 24 horas pra atendimento”, pede Viviane Pinto.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.  Siga também o  perfil geral do Portal iG.

COMENTE ABAIXO:
Advertisement

BRASIL

Viagra e próteses penianas: Bolsonaro minimiza aquisições do Exército

Published

on

Bolsonaro minimizou compra de Viagra pelo exército
Reprodução

Bolsonaro minimizou compra de Viagra pelo exército

Durante entrevista ao Flow Podcast,  Jair Bolsonaro minimizou a aquisição de 60 próteses penianas infláveis e 35 mil comprimidos de Viagra pelas Forças Armadas. O caso está sob investigação do Tribunal de Contas da União.

“Próteses penianas. Até brincando, foram poucas, foram 20 ou 30 [próteses]. Pô, no Exército só tem 20 brochas?! Também o comprimido Viagra: foram 300 mil comprimidos. Um cara normal vai usar uns 300 comprimidos por ano? Se botar 300 mil dividido por 300, só mil pessoas estão usando isso aí”, declarou o presidente.

“Agora, o Viagra e o Cialis são usados para outras coisas. Tanto é que não foi para combater a disfunção erétil, foi para outra coisa. E não tem mulher que tira o seio? Pois é, tem cirurgia para ela também. A prótese peniana, o elemento tem relação sexual e quebrou o instrumento dele”, ressaltou.

O presidente enfatizou ainda que cada ministro e ministério responde por esse tipo de compra. O chefe executivo do país deu ainda o exemplo de que a Força Aérea compra chiclete para mascar duranta os vôos por conta da pressão. “Não tem nenhum absurdo nessa questão aí.”

Polêmica em relação à compra de prótese peniana e Viagra

A polêmica em torno da aquisição do Viagra por parte do exército ganhou relevância após o deputado Elias Vaz (PSDB) e o senador Jorge Kajuru (Podemos), pedirem ao Tribunal de Contas da União (TCU) e ao Ministério Público Federal (MPF) que investigassem o motivo do Exército ter comprado 60 próteses penianas infláveis no valor de R$ 3,5 milhões.

Além das próteses, o deputado também apresentou ao Ministério da Defesa uma solicitação na qual pede explicações sobre os processos de compra de mais de 35 mil unidades de Viagra autorizada pelas Forças Armadas.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.  Siga também o  perfil geral do Portal iG.

Leia Também:  Autor de diversos furtos em Água Boa é preso novamente pela Polícia Civil

Fonte: IG Nacional

COMENTE ABAIXO:
Continue Reading

CIDADES

POLÍTICA MT

MATO GROSSO

POLÍCIA

MAIS LIDAS DA SEMANA