CARREGANDO

Escreva para pesquisar

Notícias Polícia

Atendimentos da Gestão de Pessoas garantem direitos e qualidade de vida dos servidores

Redação
Redação jan 19

Para garantir o bem-estar dos servidores e auxiliar o bom andamento dos trabalhos desenvolvidos, a Coordenadoria de Gestão de Pessoas da Polícia Civil atua com técnicas administrativas especializadas no gerenciamento das relações dos servidores com a Instituição, com objetivos organizacionais proporcionando à satisfação e realização no ambiente de trabalho, bem como fora dele. 

O trabalho da coordenadoria é realizado por meio de dois setores distintos: a Gerência de Provimento, Manutenção e Monitoramento (GPMM), responsável pela área administrativa ligada ao servidor e pela Gerência de Aplicação Desenvolvimento Saúde e Segurança (GADSS) voltada aos aspectos funcionais e qualidade de vida. 

O coordenador de Gestão de Pessoas, delegado Fabiano Pitoscia, destaca que as gerências realizam um trabalho fundamental para garantir os direitos funcionais e a qualidade de vida do servidor. “A Coordenadoria de Gestão de Pessoas, integrada pelas GPMM e GADSS, otimizou as frentes de trabalho, superando os desafios do ano de 2021 através das aguerridas equipes, voltando-se os resultados ao maior patrimônio da PJC: o policial civil”, destacou. 

Gerência de Provimento, Manutenção e Monitoramento

A gerente da área, técnica Quézia Linhares Roza da Silva Furtado, destaca que todos os serviços prestados pelo setor atendem aos direitos e necessidades do servidor, garantindo a organização institucional. Os números contabilizados pela gerência chegam a mais de 30 mil procedimentos realizados, entre eles: 4.241 férias e 162 licenças-prêmio implantadas, 27.506 lançamentos de adicional noturno, 543 jornadas voluntárias e 9 ajudas de custos implantadas.

A gerência foi responsável pela elaboração da vida funcional de 36 servidores aposentados, sendo 19 investigadores, 6 escrivães e 6 delegados; elaboração e acompanhamento de 85 processos de servidores cedidos para outros órgãos, 45 processos de servidores de outros órgãos para a Polícia Civil, 6 processos de servidores em Licença de Mandato Classista, 80 processos de abono de permanência e 60 processos de quitação de valores. 

Houve o recebimento dos documentos e inclusão no Seap de 37 novos servidores, sendo 36 delegados, 1 investigador e de 14 servidores contratados. Também houve o acompanhamento de 365 estagiários, sendo 195 de graduação e 170 de pós-graduação.

Ainda há outros serviços realizados pelo setor, como a inclusão de dependentes, vacância, acompanhamento de servidores exonerados/demitidos, encaminhamento de pensão alimentícia, averbação de tempo de serviço, alteração de dados cadastrais e dados bancários, licença gala, licença luto, lançamento de cargos comissionados, acompanhamento e publicação da escala anual de férias e licença prêmio, recadastramento anual, conferência da entrega anual da Declaração de Bens e Valores, lançamento de Portaria Punitiva no SEAP e de remoções.

Aplicação Desenvolvimento Saúde e Segurança

A GADSS realizou a progressão de classe de 580 servidores e progressão de nível de 1.124, além de finalizar e publicar 1.669 avaliações de desempenho e o enquadramento inicial de 84 servidores que entraram em efetivo exercício (29 escrivães e 55 investigadores). 

Em relação aos acompanhamentos psicossociais, mais de 820 servidores foram atendidos no ano de 2021, sendo que 108 passaram por atendimento psicológico, 68 por atendimento social e 618 por atendimento psicossocial para a Covid-19. Também foram realizadas orientações e registro de comunicação de acidente e agravo à saúde de 15 servidores,  13 acompanhamentos de processo de aposentadoria e 1.307 encaminhamentos de atestados médicos para perícia do estado.

A GADSS também esteve envolvida em 5 eventos/campanhas realizados com os servidores durante o ano, sendo: o Dia do Servidor Público, Setembro Amarelo, Outubro Rosa, Arte e Cultura em Ação e Natal Solidário. 

A gerente da GADSS, investigadora Viviani Lucas de Moraes, ressaltou outras atividades desenvolvidas no ano pela equipe psicossocial. “Foram 9 atividades em que procuramos estar mais perto dos servidores como roda de conversa sobre luto, workshops, prevenção da saúde mental, plantão de atendimento psicossocial, visita institucional, supervisão de estágio de pós-graduação e desenvolvimento de projeto aprovado”, disse.

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *