CARREGANDO

Escreva para pesquisar

Destaques Economia Notícias Política

ABERTURA DA SAFRA 2021/2022

Redação
Redação out 29

Ministra destaca importância do agro: “Continuamos produzindo contra tudo e todos”

O cultivo da soja em Mato Grosso começou. Nesta quinta-feira (28), diversas autoridades políticas, entre elas a ministra da Agricultura, Tereza Cristina, participaram da abertura do plantio da Safra 2021/2022 no município de Sorriso (MT), capital do agronegócio.

Com uma produção de mais de 2 milhões de toneladas de soja por safra, Sorriso contribui para que Mato Grosso seja o maior produtor de soja do país e um dos maiores do mundo, produzindo cerca de 35 milhões de toneladas por safra.


Durante o evento, realizado no Parque Tecnológico da cidade, Tereza Cristina destacou a importância do agronegócio para a economia do Brasil, especialmente, neste momento de recessão, por conta da pandemia da Covid-19.

“Vocês continuaram a produzir de maneira eficiente contra tudo e contra todas, não só na pandemia, mas para todos os preconceitos que a agricultura e a pecuária brasileira têm tido durante esses anos. Às vezes a gente está do lado de lá do balcão e não entende. Mas, o Brasil precisou ser todo saneado e não foi diferente em Mato Grosso”, disse.

“Nós estamos fazendo uma série de modificações para que o Brasil consiga avançar. Para que acabe com aquelas travas burocrática para que as coisas não funcionassem. Esse é o grande desafio do presidente Jair Bolsonaro e ele diz: não atrapalha já é muito a iniciativa privada. Não é fácil, mas nós vamos chegar lá”, acrescentou.

Ainda em Sinop, a ministra também participou da inauguração da maior usina de etanol 100% de milho do País, a FS Bioenergia.

Com investimento de cerca de R$ 2 bilhões, a usina de etanol 100% de milho instalada em Sorriso gerou mais de 4 mil empregos indiretos durante as fases de obras e hoje emprega 231 pessoas diretamente.

O prefeito de Sorriso, Ari Lafin (PSDB) destacou o trabalho feito pela gestão para que a empresa se instalasse no município.

“O que a iniciativa privada precisa de nós prefeitos, vereadores, deputados, senadores e o governo como um todo? Velocidade na desburocratização dos processos ambientais, alvarás, entre outras situações. A FS nem terreno pediu para a administração, só pediu velocidade e eu me comprometi junto com a gestão, com esse grupo do sindicato rural que aqui não teria cantinho, que aqui não teria jeito e hoje nós estamos inaugurando a maior planta de etanol de milho do mundo”, disse.

Acionista da FS Bioenergia, Marino Franz relembrou que o milho era um problema para Mato Groso e hoje, é uma oportunidade.
“Geramos hoje só de ICMS para o Estado, R$ 480 milhões. É outro Estado, outra realidade, outra distribuição de renda. São iniciativas como essa [da FS Bioenergia ]que trazem a certeza de um Mato Groso melhor, mais justo e de um país com mais oportunidade”, afirmou.

“Aqui nós temos brasileiros trabalhadores que fazem acontecer e nós não queremos nada do governo, nós só queremos oportunidade de fazer as coisas de maneira inteligente e de maneira rápida. Não podemos perder tempo. O que se pode fazer hoje não se deixa para amanhã”, disse.

Também participaram da inauguração o governador em exercício, Otaviano Pivetta, o presidente em exercício da Assembleia Legislativa de Mato Grosso, Dilmar Dal’Bosco, os deputados estaduais Xuxu Dal Molin e Ulysses Moraes , os deputados federais Neri Geller e José Medeiros, o senador Wellington Fagundes, o presidente da Famato, Normando Corral e prefeito de Primavera do Leste, Leonardo Bortolin.

Por Sarannews

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *